Vamos falar de gestão da qualidade e processos?

Em março de 2015 participei ativamente de vários eventos pelo Brasil em parceria com alguns colegas da Lecom e EloGroup. O evento que correu o Brasil foi o Café com BPM, passando pelas cidades: Curitiba, São Paulo, Rio de Janeiro, Campinas, Belo Horizonte e Fortaleza! E durante os eventos falamos e discutimos bastante sobre a gestão da qualidade e processos. Como está esse ponto na sua empresa?

Conversamos com mais de 100 pessoas em cada cidade e compartilhamos um pouco do que estamos presenciando em nosso país e também algumas experiências com empresas públicas e privadas, que atuamos.

Temos estudado no Brasil e no exterior as transformações que estão ocorrendo e todas as tendências na área de negócios e tecnologia. A partir de hoje, vou compartilhar aqui no Blog da Lecom um pouco dessas novidades do mercado, para que possamos começar um debate sobre Business Transformation, BPM e Tecnologia.

Há algum tempo escuto na comunidade de TI e Negócios, frases do tipo:

  •  “A área de TI é o gargalo das mudanças que a empresa precisa”
  • “Esses caras de Negócio só sabem fazer ppt e fluxos que não servem para nada. Não resolvem o problema”
  • “Esses caras de TI só sabem falar termos técnicos e não entendem o que a organização precisa”

Algumas dessas frases, entre outras, aposto que você já ouviu no mercado e isso não é saudável já que geram desgastes nos projetos, perdas de foco, produtividade e muitos conflitos. Pois o que queremos são empresas com uma gestão de qualidade e processos bem sucedidos.

Hoje o que vejo na prática é que gestão da qualidade e processos:

  • As organizações estão precisando ser cada vez mais digitais e isso não significa ter um site ou colocar algum aplicativo mobile, mas sim repensar seu negócio e como a tecnologia pode potencializá-lo. O Gartner está chamando isso de “Digital Businnes”.
  • Projetos que não foram bem sucedidos por motivos de: escopo errado, foco ou por usar ferramentas certas em lugares e de formas erradas, principalmente com ferramentas de automação de processos (BPMS).
  • As organizações precisam fazer entregas mais rápidas, ou seja, em semanas e não em anos.
  • Outros países, como EUA, os projetos de automação de processos são bem sucedidos.

Ferramentas de gestão de processos e qualidade 

Enfim, vou buscar nos próximos posts trazer reflexões dos estudos que estamos realizando e de casos de sucesso e fracasso na digitalização; também vou falar da transformação das empresas através da automação de processos e de tendências que estamos acompanhando “lá fora”, principalmente nos EUA onde o nível de projetos de automação é alto e as tendências para tecnologias suportam o Business Transformation assim como BPMS ou iBPMS.

Assim, acompanhe alguns assuntos que vamos falar nos próximos posts:

  •  Seu conhecimento todo está ficando nos e-mails? Nas planilhas e papéis? Saiba como sair dessa situação de forma mais ágil.
  • Por qual processo começar a focar meus esforços de automação com BPMS?
  • MVP aplicado a projetos de automação com BPMS.
  • BPMS não é solução para tudo!
  • Monitoramento inteligente para gestão.
  • Automação de processos com foco no trabalhador do século 21 (trabalhador do conhecimento) – trabalhos estruturados x trabalhos desestruturados/colaborativos.
  • BPMS x ERP

Como anda a gestão da qualidade e processos na sua empresa? Deixe sua experiência nos comentários! Espero que tenha te ajudado 🙂

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.