BPM, BPMS e BPMN, quais as diferenças?

Quem está envolvido com o universo de processos costuma falar e ouvir bastante as três siglas; afinal, existe diferença entre uma e outra? Claro! Mas você realmente sabe detalhar as diferenças? Vamos aprender ou relembrar de forma simples!

O que significa BPM?

BPM em inglês significa:  ‘Business Process Management’ e em português ‘Gerenciamento ou Gestão de Processos de Negócio’. É uma disciplina que une gestão de negócios e tecnologia da informação. Seu foco é a otimização dos resultados das organizações por meio da melhoria dos processos de negócio. Uma empresa que adota essa disciplina consegue agregar em sua gestão aspectos antagônicos, porém fundamentais como: flexibilidade e controle. 

A flexibilidade é obtida pelo entendimento das atividades que fazem parte do negócio de ponta a ponta e assim, gera a visão e promove a agilidade para mudar o que for preciso, sabendo-se instantaneamente dos impactos gerados em toda a cadeia de valor por cada mudança. Ter a informação dos impactos, manter a assertividade das tomadas de ação em atividades ineficientes, e gerir todos os seus desdobramentos, tais como: custos, tempo etc., são atributos inerentes do controle.  

Saiba um pouco mais sobre as diferenças entre BPM, BPMS e BPMN no Webinar feito por Kelly Sganderla, Consultora de Processos pela iProcess, com 16 anos de experiência na área de gestão de processos de negócios. Nesse webinar, ela mostrou as diferenças entre todas essas siglas, e, inclusive, falou um pouco sobre RPA.

Assista ao Webinar: RPA, BPM, BPMS E BPMN com a Kelly, da iProcess.

E BPMS, o que significa?

BPMS significa em inglês ‘Business Process Management Suites/System’ e em português ‘Suítes/Sistemas de Gestão de Processos de Negócio’. São as ferramentas de software que suportam e agrupam as tecnologias responsáveis pela automação e execução dos processos por meio digital. Elas atuam diretamente no controle e monitoramento das atividades que compõem os processos de uma organização, fornecendo indicadores de desempenho para ações de melhoria contínua.

É muito comum, mas não mandatório, que empresas que adotam a disciplina BPM, transformem seus processos analógicos em digitais, suportados então por um BPMS. Com a evolução do mercado, as ferramentas de BPMS passaram a se chamar iBPMS (Intelligent Business Process Management Suites) e atualmente, são classificadas como DPA (Digital Process Automation – Automação de Processos Digitais), dentro de um contexto maior de automação chamado Intelligent Automation ou Automação Inteligente, que abrange vários contextos de automação, como a robótica, por exemplo.  Na dúvida em decorar siglas contemporâneas, apenas diga: solução para automação de processos!

BPM
Ferramenta de BPM

BPMN o que é?

BPMN significa em inglês ‘Business Process Modeling Notation’ e em português ‘Notação de Modelagem de Processos de Negócios’. Consiste em um conjunto de símbolos utilizados no desenho de processos, visando padronizar e facilitar o entendimento. Essa é uma etapa importante da automação, pois é nela que os processos são descobertos e desenhados

A transformação e a mudança de comportamento

Independentemente do conceito, das ferramentas de software, ou mesmo da notação, o foco deve ser a melhoria, a transformação de processos de negócios e a mudança de comportamento e comprometimento das pessoas (usuários, atores de processos, envolvidos) para que as organizações possam alcançar os resultados esperados do negócio: aumento de produtividade, redução de burocracia, melhoria na rentabilidade, redução de defeitos e desperdícios, satisfação e fidelização de clientes.

“O foco deve ser a melhoria, a transformação de processos de negócios e a mudança de comportamento e comprometimento das pessoas.”

A utilização do conceito de BPM, ao longo dos últimos anos, vem crescendo de forma bastante expressiva no Brasil, dada a sua utilidade e rapidez com que melhora os processos nas empresas onde foi implementado.

A ABPMP  

A ABPMP é uma associação internacional de profissionais de BPM, sem fins lucrativos, independente de fornecedores e dedicada à promoção dos conceitos e práticas de BPM. Ela está orientada e é conduzida por profissionais de BPM. Os Delegados Regionais da ABPMP atuam em regiões definidas para o desenvolvimento e evolução da associação no Brasil. Dessa forma, também atuam como coordenadores de ações regionais.

Tiago Amôr, nosso VP of Sales,, também representa o Estado de São Paulo e dentre suas atribuições estão: estimular, apoiar, participar de eventos públicos para difundir a prática de Gerenciamento de Processos de Negócio.

Como encontrar o que significa BPM no Facebook?

Para você também ficar por dentro de todos os eventos, palestras e materiais relacionados ao assunto, compartilho com você algumas páginas e grupos interessantes e relevantes:

  • ABPMP Brasil
  • Gerentes de Projetos em TI
  • Grupo BPM e BT Bahia
  • Grupo Gerenciamento de Processos de Negócio – Pernambuco
  • Profissionais de Business Process Management Professionals
  • Gestão Por Processos

Que tal continuar lendo mais sobre transformação digital, organizacional e BPM? Então baixe gratuitamente nosso E-book e saiba tudo sobre esses temas!

Nosso artigo esclareceu suas dúvidas sobre BPM, BPMS e BPMN?
Deixe sua opinião nos comentários e compartilhe com os colegas 🙂

 

2 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.