Entenda os Conceitos Sobre Modelagem de Processos do BPM

A modelagem de processos do BPM funciona de modo que as empresas podem visualizar toda a engrenagem do seu sistema. Nesse tipo de gerenciamento, é possível fazer o acompanhamento em tempo real e corrigir o que for necessário rapidamente.

Os conceitos por trás disso correspondem às boas práticas que ajudam a integrar a empresa, gerando assim mais valor e eficiência. Entenda melhor como essa metodologia e o qual é a importância da modelagem na prática!

O que é a modelagem de processos

A modelagem de processos, também chamada de Business Process Modeling, consiste na representação de procedimentos de uma empresa. Por meio disso, você pode documentar, analisar e compreender todas as etapas até a entrega final de um produto ou serviço.

Existem três formas de estruturar a modelagem: diagrama, mapa e modelo. O primeiro é o mais simples, mas bastante utilizado pelas organizações. No mapa, além das atividades, há também como elas se ligam aos atores, resultados e eventos. Já o modelo é o padrão em que existe mais detalhes, incluindo todos os recursos envolvidos.

A representação dos negócios ajuda a treinar novos colaboradores, auxiliar os profissionais a entender o que deve ser feito, evitar atrasos e ainda facilita a automação.

Como acontece a modelagem de processos no BPM

A modelagem de processos é uma das etapas da metodologia BPM. Ela acontece depois da definição de projetos, quando os gestores verificam quais são os gargalos existentes e como minimizá-los..

Já na modelagem, o foco é no negócio. Nessa fase, é necessário destrinchar como a organização funciona e definir a prioridade dos processos. É nesse momento que os fluxos dos processos são determinados, de acordo com a notação que será adotada.

Em geral, as empresas utilizam diagramas com a notação BPMN. Dessa forma, elas conseguem enxergar de forma clara todas as atividades que serão desenvolvidas. Depois da implementação da modelagem, ocorre a simulação do sistema, a execução efetiva dos processos e as melhorias.

Importância da modelagem de processos

A modelagem de processos do BPM auxilia os gestores a mapear tudo o que acontece na empresa. Desse modo, eles têm acesso a resultados e desempenhos, podendo resolver gargalos assim que eles surgem.

Imagine que você tenha que fazer uma receita de torta. Além dos ingredientes, é necessário saber em quanto tempo o prato estará pronto e quem irá produzi-lo. Se o resultado não for como o esperado — uma saborosa torta entregue na data —, é porque algum procedimento não funcionou adequadamente.

Será que o erro estava na escolha dos ingredientes, no tempo ou no modo de fazer? Em um sistema de BPM, tudo isso estaria disponível em um fluxo de trabalho, desde a definição das ações até a entrega do produto ou serviço.

Como usar BPMS para modelar processos

Os BPMS (Business Process Management Suite) são um tipo de ferramenta que coloca a metodologia BPM em prática. Sendo assim, ele é um sistema que viabiliza a organização, automação e otimização dos processos da empresa.

Atualmente, eles são os maiores aliados dos gestores na hora de organizar o fluxo de trabalho.

Já imaginou como seria poder desenhar os processos e, ao mesmo tempo, poder automatizá-los? No BPMS, isso já é possível.

Além do mais, o sistema pode ser acessado de qualquer lugar, o que facilita na tomada de decisões e compartilhamento de informações. O aumento do conhecimento das tarefas e processos também diminui consideravelmente os erros e o número de refações.

Desse modo, pode-se concluir que, enquanto a metodologia BPM oferece a transformação nos processos, o BPMS é a ferramenta que suporta isso, portanto, o que viabiliza a modelagem na prática.

O que é necessário para implementar a modelagem de processos do BPMS

O primeiro passo para implementar o BPMS em uma empresa é definir quais serão as metas a serem atingidas. Os objetivos podem ser SLAs, aumento de produtividade e melhoria de entregas.

A partir disso, a empresa deverá escolher a matriz de responsabilidade e como os sistemas poderão ser integrados. Depois que a modelagem for concluída e os processos estiverem sendo executados como o previsto, os gestores também precisarão estar atentos aos indicativos para buscar melhorias.

Quando bem implementado, o BPMS não apenas permite fazer a modelagem de processos, mas também a estruturar diversas etapas do negócio, melhorar a eficiência operacional e empodera a empresa a se apropriar de novas tecnologias.

Quer saber mais sobre o que uma plataforma BPMS pode fazer pela sua empresa? Continue acompanhando o nosso blog e veja outros conteúdos sobre esse tema!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.