Novos hábitos, novos negócios

Velocidade está no coração da transformação digital. Rever modelos de negócios para entender os novos negócios e atender a clientes cada vez mais digitais está entre as ações prioritárias na cartilha das empresas que não querem perder esse expresso para o futuro. Acelerar esse processo lidera as atuais demandas em variados setores.

Cada negócio tem um desenho próprio da necessidade, que depende dos seus objetivos, setor de atuação e da cultura. Mexer nesta última pode significar um entrave ou o passaporte para uma nova era. O fato é que para atender aos atuais desejos de transformação de maneira rápida, é vital a construção de uma estratégia que permita fatiar o desafio de negócio. Dividindo assim, em entregas rápidas e, assim, acelerar as experimentações.

A transformação nos novos negócios

Nessa jornada, não cabe o medo de errar. Os erros darão o norte para os acertos de maneira ágil. Metodologia Ágil, Design Thinking e Minimum Viable Product (MVP) apoiam projetos inovadores e são capazes de repaginar negócios de maneira rápida, simples. Por aqui, transformamos processos analógicos em verdadeiras experiências digitais. Acelerando a jornada de clientes que, por sua vez, criam mais rapidamente novos produtos para os seus. É um organismo vivo.

A nova arena do mercado exige hoje a corrida para manter os consumidores, que mudaram seus hábitos, pressionando a mudança nos modelos de negócios. Os usuários digitais querem praticidade para pagar contas, realizar compras a um clique e isso tem gerado serviços digitais cada vez mais inovadores e simples.

Novos negócios

 

E mais: pegando carona nessa movimentação, os serviços agregam facilidades que também aceleram as vendas, valorizam a marca, entre outros valores, por meio de tecnologias disruptivas como chatbots e meios de pagamento por aproximação ou sem atritos. Tudo acontecendo de maneira massiva por meio do controle remoto universal: smartphone.

Está gostando do conteúdo?

Assine nossa lista para receber grátis as atualizações do blog e acompanhar de perto as novidades de transformação digital no Mundo!

Novos Negócios da China

Hoje, fica cada vez mais difícil saber quem transformou quem: o novo serviço que promoveu o hábito? Ou o desejo de um novo hábito que provocou a criação dele? A questão é que as revoluções não param de acontecer e, acredite, surpreendem. Fiquei impressionado com os avanços nos modelos de negócio e dos novos hábitos, quando li em julho deste ano uma reportagem no The New York Times, In Urban China, Cash Is Rapidly Becoming Obsolete (na livre tradução, Na China urbana, dinheiro está se tornando rapidamente obsoleto).

O artigo relata que a China está eliminando sistematicamente e rapidamente o papel-moeda e as moedas. Quase todas as principais cidades chinesas estão usando smartphone para pagar praticamente tudo. Nos restaurantes, lojas e até mesmo artistas de rua adotaram o smartphone como protagonista dos meios de pagamento. Eles exibem placas com códigos QR para que as pessoas possam transferir suas contribuições diretamente. Esqueça as moedinhas quando forem pra lá.

Os dois meios de pagamento digitais dominantes são o Alipay e o WeChat, das empresas Alibaba e Tencent, donas de 90% do mercado. Essa transformação radical não tem muito tempo: apenas três anos.

No ano passado, os pagamentos móveis da China atingiram US$ 5,5 trilhões. Cerca de 50 vezes maior do que o mercado norte-americano, que totalizou US$ 112 bilhões, de acordo com a empresa de consultoria iResearch. Novos tempos, novos hábitos, novos negócios, novas tecnologias. A hora é agora.

E você, está preparado para essa transformação e para os novos negócios que estão por vir?

Deixe sua opinião nos comentários!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *