A Maturidade em processos nas organizações

Por José Davi Furlan, Colunista do Blog Lecom

Maturidade em processos pode ser avaliada por meio de vários modelos e diferentes perspectivas, portanto não existe uma única forma de focar o assunto. De acordo com o psicoterapeuta Paulo Gaudêncio, na imaturidade preferimos obter compensações de curto prazo e conviver com frustrações de médio e longo prazos.

Na maturidade, por outro lado, conquistamos a capacidade de impor frustrações de curto prazo para obter compensações de médio e longo prazos. Um bom ponto de partida para avaliar a maturidade em processos é entender características gerais que distinguem organizações imaturas e maturas.

Por exemplo, uma organização que possua um grande setor de tratamento de reclamações de clientes, que seja constantemente mencionada no “Reclame Aqui”, cujos colaboradores estejam descontentes e desmotivados. Estas seriam características de uma organização madura ou imatura em seus processos? Possuir um grande setor de tratamento de reclamações apenas confirma que essa organização tem sérios problemas com seus produtos e serviços.

Por outro lado, uma organização que ofereça experiências positivas aos seus clientes, que esteja em harmonia com o meio ambiente e com as pessoas, que seus colaboradores estejam felizes e motivados, seria madura ou imatura? Então, avaliando sob esta perspectiva, a maturidade em processos no Brasil é baixa: um “oceano” de desempenho ruim pontilhado de “ilhas” de excelência. Por outro lado, a comunidade profissional de processos no Brasil é ativa e vibrante, o campo de atuação é imenso e oferece grandes oportunidades.

Não existem setores mais avançados ou menos avançados em gerenciamento de processos, existem organizações mais avançadas e menos avançadas. As mais avançadas são aquelas que possuem profissionais de processos bem preparados, infraestrutura adequada e uma liderança executiva consciente da importância fundamental de processos para os resultados de negócio. Para oferecer bons produtos e serviços é preciso ter bons processos. Isso vale tanto para o setor privado quanto para o setor público.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.