Empresa Ágil — Descubra Essa Evolução do Mercado

O conceito de empresa ágil, ao contrário do que muitos acreditam, não se refere à rapidez com que os processos internos são feitos e os projetos são entregues. Agilidade está, na verdade, mais ligado à destreza e adaptação.

Cada vez mais o mercado cobra das empresas os preceitos do desenvolvimento ágil. Quer entender mais e descobrir se o seu negócio está preparado? Confira este artigo!

Afinal, o que caracteriza uma empresa ágil?

Uma empresa ágil reúne um grande conjunto de características que, além de permitir que ela desenvolva e entregue seus projetos com mais eficiência e qualidade, ainda envolve toda a cultura organizacional aplicada aos processos internos.

Segundo uma pesquisa da Oracle até 2020 as empresas consideradas ágeis aumentarão sua produtividade de duas a três vezes!

Veja abaixo alguns pontos necessários para que um negócio seja considerado ágil:

Mindset ágil

Para que uma empresa possa sair do enorme grupo de negócios “comuns” do mercado e se destacar como um negócio ágil, o primeiro passo é trabalhar, internamente, uma mudança no modo de pensar, ou seja, desenvolver um mindset focado na agilidade. Isso porque uma das mais importantes características de uma empresa ágil é a melhoria contínua, sempre avaliando o que foi feito e procurando evoluir.

Ao estimular uma alteração de mindset, a cultura da empresa, aos poucos, se adaptará às novidades e, então, todos estarão preparados para trabalhar de maneira ágil, com frameworks e metodologias dessa espécie. Isso, se necessário, pode envolver o trabalho de um agile coach, cuja função é exclusivamente implementar a cultura e o pensamento ágil na rotina do negócio.

Processos fluidos e adaptáveis

O metodologia Agile de desenvolvimento traz consigo uma fluidez muito maior para o desenvolvimento dos projetos de uma empresa. Portanto, para ter uma empresa ágil, os processos devem ser revistos e alterados, para que sejam mais focados em pessoas e menos na influência das áreas ou hierarquia. Os times devem ter autonomia e controlar suas próprias escolhas e processos.

Estude as áreas e as conexões entre elas, promova as mudanças necessárias e gere um senso adaptativo à equipe. Errar deve ser sinônimo de aprendizado, sempre, e estimular ainda mais mudanças até que os objetivos sejam alcançados com excelência. .

Trace estratégias e implemente modelos de otimização

Com tudo funcionando como esperado, ainda assim a evolução deve ser constante e, para isso, é necessário reavaliar e aprimorar as estratégias e objetivos. Seja para reduzir o número de erros, impedir atrasos ou alcançar metas, as estratégias são essenciais e precisam estar presentes em uma empresa ágil.

Coordenar as metas, a equipe e todas as etapas de desenvolvimento pode não ser uma tarefa fácil, por isso, o ideal é apostar na otimização, sempre com foco na integração da equipe. Um dos modelos que garante essa melhoria contínua de processo sem dores de cabeça é o BPM.

Gostou de saber mais sobre o conceito de empresa ágil? Confira mais artigos como esse no blog da Lecom!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.