Como o Universo Profissional Tem Mudado com a Transformação Digital?

A transformação digital é quase uma obrigação incumbida às empresas atuais. Uma de suas características é a automação dos processos internos de desenvolvimento, o que traz diversas mudanças e faz com que os colaboradores busquem mais preparação e capacitação para lidar com estas alterações.

Esse cenário bate de frente com o universo profissional e exige novas práticas tanto por parte da gestão quanto das áreas operacionais. Neste artigo falaremos mais sobre isso. Confira e entenda!

O que a transformação digital traz de diferente para o universo profissional?

O primeiro pensamento que unia o universo profissional à transformação digital foi o da robótica. A ideia de que os robôs e sistemas automatizados substituiriam o trabalho humano chocou a todos, mas com o tempo vimos que o processo não seria exatamente esse.

Após alguns anos, podemos perceber que, na verdade, a transformação digital trouxe novas possibilidades de empregos e funções, cada vez aumentando mais a valorização de um profissional capacitado e antenado às novas tendências mercadológicas e de tecnologia de processos.

Houve, de fato, uma integração entre homens e máquinas, colaboradores e sistemas e até mesmo um estímulo e uma relação de maior sinergia entre a cultura organizacional e as áreas da empresa.

Diante disso, para se destacar no mercado atual, o colaborador precisa, acima de tudo, entender o que de fato ele faz e como a profissão dele atua em uma situação de processos mais integrada e unificada.

Mudanças de prioridade

Devido às novas práticas exigidas pela transformação digital, os profissionais de hoje precisam compreender que, provavelmente, não irão exercer as funções tradicionais em seu expediente. No caso da era digital, o TI está muito envolvido na implementação dos processos e tem uma função muito mais estratégica e decisiva.

O mesmo vale para o gestor de projetos, que precisa aprender a lidar com os novos fluxos de processo internamente, na maioria das vezes influenciados e automatizados pela implementação e interoperabilidade de sistemas.

Sendo assim, o gestor não trabalha apenas com o gerenciamento, , mas também com as práticas integradas, entendendo as necessidades da equipe de maneira mais próxima e buscando melhorias.

Além disso, ao levarmos em conta toda a operação, os colaboradores precisam estar aptos para aderir a novos objetivos e processos de desenvolvimento, adaptando-se às mudanças, trabalhando muito mais unidos à equipe e com compreensão total dos sistemas e modelos de gestão e projetos adotados

Quer entender mais sobre como a transformação digital tem mudado não só o universo profissional, mas também toda a sistemática corporativa? Confira nossos artigos e conheça também a Plataforma Lecom!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.