BPM e a Transformação Digital — Como o TI Está Envolvido?

O BPM e a transformação digital são fatores primários para que uma empresa possa estar preparada para as novas perspectivas do mercado. Para que os primeiros passos sejam dados com sucesso rumo a essa transformação, o setor de TI é de extrema importância.

Quer saber mais sobre essa relação e as razões pelas quais você precisa integrar ainda mais o TI aos processos internos de seu negócio? Confira este artigo!

Como o BPM e a transformação digital influenciam na atuação do TI?

Muitos estudiosos ainda acreditam que o marketing é o principal agente da transformação digital de uma empresa. Entretanto, é inegável que a tecnologia da informação precisa estar inserida nisso, afinal estamos lidando com sistemas e novas informações, e ninguém melhor para lidar com isso do que o setor correlato, não é mesmo?

Porém, o BPM e a transformação digital tratam os processos empresariais de maneira diferente da utilizada na aplicação tradicional. Sendo assim, o setor de TI precisa se reformular e identificar como será sua atuação neste novo contexto, muito mais abrangente e estratégico.

No caso da implementação de um BPM, a área de TI precisa estar pronta para averiguar e aferir a qualidade de todos os passos necessários para tal. Então, quando tudo estiver da maneira que se espera, deve haver uma integração desse setor aos outros, para que a utilização do sistema seja alinhada.

Não há, na transformação digital, um momento em que a área de TI não seja necessária ou ao menos precise estar presente, independentemente da realização de ações em curto, médio ou longo prazo.

Novas práticas internas do TI na empresa

Para acompanhar um bom desenvolvimento digital interno, a área de TI deve, além de sair de seu campo tradicional de atuação, passar a exercer um posto de liderança. Suas sugestões devem passar a ser procedimentos obrigatórios, para que seja possível manter todos os pormenores dos sistemas integrados e funcionais.

No entanto, com essa posição mais valorizada e menos operacional, puramente, surgem também algumas responsabilidades a serem cumpridas para que a transformação digital na empresa seja um sucesso.

É necessário que a gestão de TI tenha um bom conhecimento e saiba acompanhar as mudanças do mercado de atuação da empresa, para que assim possa entender o futuro cliente, trazendo para dentro do negócio uma visão estratégica mais precisa.

Além disso, todo o trabalho deve ser permeado pela cultura organizacional da empresa, de maneira que nenhuma função ou fluxo de processo seja isolado dos ideais propostos por ela. Dessa forma, evita-se problemas na integração entre as áreas, que é essencial para a implementação, por exemplo, de métodos ágeis de desenvolvimento.

“O BPM tem proximidade muito grande com a transformação digital e será um dos grandes pilares para este movimento.
Para isso, o BPM com apoio direto da T.I. deverá ser olhado como plataforma complexa de orquestração de processos estratégicos de negócio.”

Roberto Mancuzo, Gerente de Projetos da Lecom.

Para mais informações sobre BPM e a transformação digital, acompanhe o blog da Lecom!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.