Metodologia de Desenvolvimento Ágil – aprenda aplicar!

O mercado mudou e o consumidor está cada vez mais exigente quanto à agilidade e assertividade das entregas. Além disso, no mercado atual, flexibilidade e adaptabilidade são requisitos muito importantes para organizações de sucesso. A configuração deste cenário é impulsionada pela Transformação Digital. O que impacta não só as empresas de tecnologia, mas também todos os tipos de negócio. Neste contexto, o tema metodologia de desenvolvimento ágil tem ganhado cada vez mais destaque.

Pensando nisso, a Lecom e a iProcess promoveram a Semana de Desenvolvimento Ágil de Processos no período de 13 a 17 de agosto. Foram 4 dias com videoaulas inéditas ministradas pelo Eduardo Britto, diretor da iProcess. Para finalizar, no dia 17, foi feita uma transmissão ao vivo, na qual o Britto respondeu às perguntas enviadas pelos participantes.   

Confira os temas de cada videoaula:

  1. Introdução ao paradigma Ágil;
  2. Fundamentos da Aplicação de Métodos Ágeis em Projetos de Tecnologia;
  3. Princípios do Desenvolvimento Ágil orientados a Automação de Processos;
  4. Diretrizes para a Definição de Releases de Processos em uma Metodologia Ágil.

O que é metodologia de desenvolvimento ágil?

Ágil é uma filosofia que apresenta princípios e valores de desenvolvimento de software. O Manifesto Ágil foi criado em 2001, por um grupo de especialistas que buscavam aprimorar os métodos utilizados para desenvolver softwares. Conheça alguns dos 12 princípios do Ágil:

  • Entregas contínuas com intenção de priorizar a satisfação do cliente;
  • Receptividade à mudanças de requisitos, independente da etapa em que seja solicitada;
  • Procurar manter as entregas com o menor intervalo de tempo possível;
  • A comunicação deve ser pessoal e eficiente em transmitir informação à equipe de desenvolvimento;
  • Constante atenção à excelência técnica e de design aumentam a agilidade.

Nas metodologias ágeis, o projeto é dividido em ciclos, e as entregas de valor devem ser constantes. Eduardo Britto ressalta que “a metodologia de desenvolvimento ágil não significa pular a etapa de documentação e análise de processos, mas sim, que algumas ideias principais da estrutura da gestão orientada a processos serão diferentes das metodologias tradicionais. Assim, os processos serão gerenciados com objetivo de gerar uma interação maior entre os envolvidos. Com foco nas entregas com maior frequência, com pacotes funcionais menores, até que a solução seja completamente desenvolvida e entregue”. Assim, o projeto é desenvolvido de forma colaborativa, com mais flexibilidade e adaptabilidade, para que as funcionalidades do produto final atenda, de fato, todas as necessidades do cliente.

Entenda as vantagens do Ágil em desenvolvimento de processos

As metodologias ágeis como XP, Scrum, e Kanban apresentam ciclos curtos para que hajam entregas contínuas de produtos potencialmente entregáveis. Dessa forma é possível identificar o que realmente é importante no projeto, já que o cliente poderá experimentar as funcionalidades constantemente. Com isso, podemos ressaltar que uma metodologia de desenvolvimento ágil, quando aplicada corretamente, pode proporcionar as seguintes vantagens:

  • Mais resultados com menos investimento – visto que a divisão em ciclos permite que o projeto se inicie com uma equipe mais “enxuta”. Além da utilização de recursos, que pode ser gradativa ao progresso do desenvolvimento.
  • Experimentar as funcionalidades mais cedo – ao experimentar pequenas partes da solução ao longo do desenvolvimento, o cliente pode identificar funções desnecessárias tornando a solução final mais assertiva.
  • Mais flexibilidade e adaptabilidade – devido a constante experimentação, as alterações e adaptações são feitas mais facilmente e com menos custo.

Por meio da automação, é possível potencializar os processos e atingir níveis excelentes de  agilidade e eficiência. Veja o que o Eduardo Britto diz sobre como superar os desafios do primeiro projeto de automação no Webinar a seguir:

Saiba aplicar o desenvolvimento ágil de processos!

Existem 3 princípios essenciais para aplicar o desenvolvimento ágil corretamente, confira:

  1. Visão do todo: entender bem o processo por completo;
  2. Agilidade: estruturar os ciclos do processo de forma que o produto mínimo viável (MVP) seja entregue com o menor intervalo de tempo possível. Por isso, é preciso deixar de gerar uma documentação demasiadamente extensa;
  3. Entregas contínuas: as entregas rápidas e constantes de evolução do produto mínimo viável, para que seja construída uma percepção de ganho de valor no decorrer do projeto.

Outro fator importante para o sucesso, ao aplicar a metodologia de desenvolvimento ágil de processos, é fundamental que todas as áreas de negócio envolvidas enxerguem o valor dessa escolha.

Participou da nossa semana de Desenvolvimento Ágil de Processos? O que achou? Deixe aqui sua opinião!

Não conseguiu participar? Então fique ligado nas nossas mídias digitais e acompanhe nosso conteúdo!

Inscreva-se em nosso canal no YouTube.

Metodologia de desenvolvimento ágil

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.