Maturidade em Processos — Descubra se Sua Empresa Tem e Otimize

A maturidade em processos é algo que toda empresa precisa buscar para se manter no mercado de forma saudável. Por meio do conhecimento profundo de suas estratégias e métodos internos, é possível se beneficiar de todas as etapas do projeto!

Pode ser difícil, entretanto, compreender se seu negócio já atingiu o nível de maturidade ou não, e, para isso, você precisa interpretar e analisar alguns detalhes importantes do dia a dia de trabalho.

O que é maturidade em processos?

A maturidade em processos é um estágio. Ao atingi-lo, a empresa mostra que tem grande conhecimento do seu fluxo interno e, consequentemente, uma maior eficiência operacional por entender cada fase de criação de projetos em sua totalidade.

Partindo disso, um negócio que tem maturidade sabe aproveitar os benefícios que a “intimidade” com seus processos internos pode trazer, principalmente os que envolvem possíveis melhorias.

Ao dominar as áreas de negócio, você poderá descobrir e reparar gargalos, realocar ou reordenar as interações de processos de setores ineficientes. Além disso, utilizar a tecnologia de maneira integrada para otimizar o desenvolvimento e entrega de demandas, apostando em soluções como o BPMS.

Diante de um cenário como esse, a eficiência operacional da empresa atinge o cliente final, pois com mais estrutura e domínio dos processos, a entrega final, bem como as alterações ao longo do projeto, serão mais assertivas. Futuramente, então, o cliente final poderá desfrutar de um produto com mais qualidade e com menos chances de apresentar gargalos e defeitos.

Essa situação concretiza um dos principais objetivos de um mindset ágil, por exemplo, em que o entendimento interno do modo de trabalhar é priorizado visando, sempre, a entrega de valor para o cliente final.

Como saber se sua empresa atingiu a maturidade em processos?

Atingir a maturidade em processos é um ponto importante para todas as empresas e, se tem dúvidas, existem algumas maneiras de saber se você chegou lá ou está próximo disso!

O principal detalhe é que, ao atingir a maturação, os seus processos internos estarão tão eficientes que influenciarão em diversos momentos do projeto e dos fluxos de trabalho. Veja:

Os processos são avaliados e mapeados com precisão?

Uma empresa madura tem total conhecimento a respeito da organização e do funcionamento de seus fluxos internos. Ou seja, ao mapeá-los e avaliá-los, será possível alcançar o máximo de precisão.

Enquanto muitas empresas utilizam o mapeamento para entender o próprio trabalho, um negócio maduro fará uso desse procedimento para gerar melhorias, sem se ater apenas a análises primárias.

Os processos trazem ganhos para a empresa?

Eles estarão envolvidos diretamente na melhoria contínua do negócio, devido à sua maior eficiência. Portanto, se você nota que os seus resultados estão sempre evoluindo, praticamente sem gargalos ou falhas no andamento dos projetos, você pode estar um passo mais perto da maturidade em processos!

É possível ter indicadores que auxiliam na tomada de decisão?

Por permitirem análises mais certeiras, processos que já atingiram a maturação podem entregar dados claros e precisos à equipe de análise interna da empresa, e isso é um sinal de amadurecimento. Um setor de BI, por exemplo, pode se valer muito de etapas maduras de processos, pois as informações obtidas podem ser primordiais para uma tomada de decisão!

Agora que sabe mais sobre a maturidade de seus processos, confira outros artigos sobre o assunto no blog da Lecom!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.