Investimentos em BPM: já chegamos “lá”?

    Consultorias de Análise do mercado de Tecnologia da Informação, como o Gartner, estimaram que o tamanho do mercado de BPM em 2011 foi bem maior que os US$ 2 bilhões estimados antes do ano começar e muitos acreditam que o mercado global do setor ultrapassará a marca dos US$ 5 bilhões até o ano de 2017. Podemos observar um crescimento exponencial do BPM nas organizações, o que mostra sua preocupação em ser mais eficaz e ágil em seus processos. No entanto, o crescente interesse e investimento das empresas em BPM não significa que elas estejam recebendo o melhor valor agregado em BPM. Dessa forma, os dirigentes mais experientes se questionam: “Já chegamos lá?”. Ou seja, os executivos já sabem tirar os melhores resultados a partir dos benefícios que a Gestão por Processos tem a oferecer? A resposta para esta pergunta tem a ver com o tamanho do mercado e também com a maturidade das aplicações de BPM.

Existem muitas variações de modelos de BPM, várias delas baseadas no nível de maturidade dos modelos, como o Capability Maturity Model Integration (que você pode ver no quadro a seguir), uma metodologia desenvolvida pela Carnegie Mellon Software Engineering Institute (SEI), para distinguir os níveis de utilização do BPM nos negócios. Há também o índice Process Enterprise Maturity Model (PEMM), desenvolvido pela Hammer and Co.,outra metodologia que cumpre o mesmo papel. Contudo, há que se evidenciar a ligação existente entre a melhoria contínua na performance da organização e seus resultados financeiros, certamente o aspecto decisivo para a implantação do BPM nas organizações.

Conclui-se que “chegar lá” significa mostrar justamente essa característica do BPM, traduzindo a melhoria contínua dos processos em resultados expressivos, tangíveis e financeiros, o que diz respeito ao grau de maturidade e, principalmente, de competência dos processos. Fontes: BPM Competence: Are we there yet? CMMI: Capability Maturity Model Integration = Modelo Integrado de Maturidade e de Capacidade

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.