Conheça o Diferencial das Empresas que Usam Metodologias Ágeis

Metodologias ágeis estão cada vez mais entre os assuntos mais comentados quando se fala sobre gestão empresarial. Muitas organizações estão alterando seus mindsets para focar em um desenvolvimento eficiente, ampliando a entrega de valor.

Mas, afinal, por que tantas empresas estão pensando nisso e passando a trabalhar desse modo? Confira este artigo e veja os diferenciais que uma produção ágil pode trazer para o seu negócio!

Metodologias ágeis permitem uma entrega contínua de valor

Um dos principais diferenciais que as metodologias ágeis proporcionam para as empresas que decidem adotá-las é a entrega contínua de valor. Enquanto as organizações costumam iniciar um projeto e só entregá-lo para avaliação do cliente após todo o período de produção, um desenvolvimento ágil permite entregas frequentes, em etapas.

Dessa maneira, a cada parte realizada do projeto, ele é oferecido para avaliação do cliente, que pode apontar o que deveria ser corrigido e, assim, permitir que o retrabalho seja reduzido e bem menos frequente. Diferente, por exemplo, de como ocorreria se todo o projeto tivesse que ser adaptado ao final do desenvolvimento.

O aprendizado é um dos pontos fortes das metodologias ágeis, pois com as entregas contínuas, qualquer erro deixa de ser um simples erro e torna-se algo para adicionar como observação para as próximas entregas, até mesmo no próprio projeto.

Com isso, ganha-se tempo e também é possível reduzir os custos da produção, já que todo o escalonamento de recursos é pensado para as possibilidades de alteração, evitando assim que haja um esforço emergencial inesperado que poderia gerar gastos futuros.

Isso sem falar que, no caso de uma entrega comum (no modelo cascata) existe a chance de o projeto inteiro ser reprovado, o que significaria um custo expressivo para a refação.

Empresas ágeis tornam-se mais preparadas para o mercado

Entre os conceitos mais claros das metodologias ágeis está a resposta com maior imediatismo às alterações do mercado.

Empresas que as utilizam são mais adaptáveis, e podem lidar melhor com mudanças que forem necessárias, como a transformação digital, envolvendo a integração de sistemas e outras visões de gerenciamento de negócio, entre as quais se destaca o BPM.

Além disso, uma empresa ágil coloca o cliente como o principal foco para as entregas de valor, inserindo-o mais diretamente na cadeia de desenvolvimento.

Assim, é possível conhecê-los melhor e descobrir o que desejam, adaptando os processos organizacionais e oferecendo serviços e produtos mais assertivos para o mercado com base no que foi aprendido anteriormente.

Confira mais detalhes sobre desenvolvimento ágil e mudança de mindset. Acompanhe os artigos do blog da Lecom!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.