A Lecom no Social Media Brasil #1

Iniciamos aqui uma série de posts da autoria da colaboradora da Lecom, Tainah Veras, que acompanhou de perto o Social Media Brasil, evento do qual já falamos aqui no Blog Lecom.

Independente da área de atuação, todo profissional gosta de participar de eventos que unem qualidade de conteúdo e possibilidades de networking. Assim foi o Social Media Brasil: uma oportunidade de contato com diversas realidades que proporcionou ótimos aprendizados! Desde os primeiros momentos, ficou claro que os participantes e palestrantes estavam totalmente abertos a trocar informações.

Dentre as diversas opções de atividades realizadas em 3 espaços simultâneos, ficou difícil escolher as palestras pra assistir. Iniciei o primeiro dia assistindo uma palestra de Sara Holoubek, da empresa Luminary Labs. Sara alterou o conteúdo de sua explanação de última hora, e trouxe à tona uma discussão muito interessente entre saúde, dados pessoais e redes sociais.

 

A palestrante apresentou a reflexão do pesquisador Christakis, que diz que as redes sociais parecem ser relevantes para a característica biológica e comportamental de obesidade, e a obesidade parece ter relação com os laços sociais. Dessa forma, ela apresentou iniciativas de troca de informações relacionadas ao universo da saúde, não apenas referentes à obesidade, mas também a outros distúrbios, apresentando iniciativas como o Patients like me (Pacientes como eu), rede social criada para a discussão de tratamentos, troca de experiências e conversas entre pacientes.

 

Em entrevista exclusiva para a Lecom, perguntei a Sara se existem características comuns aos consumidores online atuais, e ela disse que por mais que existam pontos como a forte interatividade e colaboratividade, a semelhança básica é o acesso à internet e a sociabilidade dos meios, já que a partir disso a curiosidade humana move a busca por respostas segundo os interesses individuais e coletivos.

Na sequência da palestra de Sara, assisti a apresentação de Adriano Silva referente ao universo dos blogs. Adriano pontou que na era da internet 3.0, as pessoas não querem apenas conversar com seu site favorito, mas também conversar entre si no ambiente de seu site favorito. Ainda segundo o profissional, os blogs são importantíssimos para a divulgação de informações e para o fortalecimento da credibilidade, além de conterem opiniões curadas de diversos indivíduos. Com o Blog Lecom não é diferente, e foi muito prazeroso ver que estamos adequados a essa realidade de forma eficaz e rica.

A próxima palestra escolhida foi a de Augusto Franco, que analisou a relação entre o ser humano e as redes sociais, partindo do princípio da diferenciação entre redes e mídias sociais. Segundo ele, as redes são ambientes de interação, e não envolvem apenas sites de relacionamento, mas sim todos os ambientes e grupos que possibilitam contato entre os indivíduos. Por sua vez, as mídias sociais são sistemas de publicação que se utilizam dessa participação para promover interação. Augusto Franco lançou uma discussão interessante ao dizer que a rede não é um instrumento para fazer a mudança, pois ela já é a própria mudança.

Amanhã falarei sobre as palestras de Júlio Vasconcelos, do Facebook, com uma entrevista exclusiva para o Blog Lecom, e da apresentação de Tiago Luz da DM9, sobre o impacto das buscas nas redes sociais. Confiram!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.