Saiba Agora o Que é Análise de Processos em BPM

Compreender o que é análise de processos em BPM é crucial para ter uma boa visibilidade do seu negócio. O conceito vai muito além de uma simples visualização, e deve ser entendido, acima de tudo, como uma ferramenta para a melhoria dos processos.

Uma boa análise direciona os caminhos da organização para as mudanças necessárias, indicando novas estratégias em todas as áreas do negócio.

O que é análise de processos em BPM?

Ao falar sobre o que é análise de processos em BPM, o primeiro ponto a ser considerado é que ela vai muito além da documentação visual, pois se trata de uma ferramenta central e tática para aumentar a produtividade e possibilitar a melhoria contínua no padrão de execução do trabalho.

Trata-se de uma verificação de processos específicos, desde as principais atividades envolvidas até suas influências internas e externas sobre o negócio. 

O principal objetivo de uma boa análise de processos é, ao final de tudo, gerar valor para a empresa. Ela precisa ser mais do que um conjunto de documentos,deve haver um propósito para aplicá-la.

Como funciona uma análise de processos?

Para fazer uma análise a organização precisa, primeiramente, estabelecer os critérios de prioridade. Existem dois modos de fazer isso: buscando aqueles que são mais importantes e mais urgentes ou estabelecendo alguns detalhes que envolvem o valor agregado por aquele processo, como rentabilidade, suporte a outros processos, impacto no negócio, entre outros.

Após decidir quais serão critérios para a análise de processos, é hora de ver o que é análise de processos em bpm na prática, definindo um escopo para analisar (quais atividades serão verificadas) com base no objetivo que se deseja atingir com o procedimento.

Também devem ser colocadas em pauta as informações que serão coletadas em cada atividade, por exemplo:

Você quer analisar o processo de atendimento ao cliente para entender problemas frequentes com entregas. Nele estão envolvidas atividades como a definição do escopo e o contato com as outras áreas envolvidas no projeto, entre outros. Se o objetivo é melhorar o tráfego entre as áreas, esse processo deve ser visualizado em suas atividades derivadas.

Você pode, então, selecionar informações como os prazos oferecidos e como são feitas as solicitações. Tudo deve ser organizado de maneira padronizada pela equipe responsável pela análise.

Com isso, deve-se entender claramente a relação entre o processo e o ambiente organizacional da empresa, possibilitando mais assertividade nas tomadas de decisão que visam melhorias na operação, antes mesmo de iniciar um novo fluxo desse processo.

Em certos casos, inclusive, a análise acaba indicando a necessidade de retirar  certas atividades e simplificar todo o fluxo do processo, pois identifica maneiras mais eficientes de aplicá-lo. .

Gostou de saber mais sobre o que é análise de processos em BPM? Confira mais artigos no blog da Lecom!

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.